• Poder

    Wednesday, 03-Mar-2021 02:58:35 -03

    Laerte estreia charge na página de 'Opinião'

    DE SÃO PAULO

    24/02/2014 03h00

    A partir de amanhã o cartunista Laerte Coutinho, 62, estreia em um novo espaço para falar sobre política e outras questões importantes do país. Ele passa a desenhar a charge da página de "Opinião" da Folha às terças.

    Além dele, continuam publicando suas charges na página A2 os cartunistas Angeli, Jean Galvão, João Montanaro e Benett. "A charge é como uma coluna de opinião", disse Laerte. Ele afirmou querer falar sobre "as questões do dia a dia, que estão aí".

    "O cartum é um espaço mais de ficção, você pode construir uma narrativa. Na charge, vou dar minha opinião, fazer comentários sobre as coisas que estão acontecendo", explicou.

    "A charge é diferente do cartum", resumiu.

    O cartunista, nascido em 1951, estudou jornalismo e música na Universidade de São Paulo, mas não concluiu nenhum dos dois cursos. Ele começou a publicar seus trabalhos na Folha em 1991, com as tirinhas "Piratas do Tietê", que continuam nas páginas da "Ilustrada", dividindo espaço com quadrinhos de outros cartunistas brasileiros e de outros países.

    POLÍTICA

    O cartunista contou que nunca se viu como um chargista de política. "Durante um tempo eu tive um certo constrangimento de tratar as charges políticas. Não estava muito animada", disse ele, que é transgênero e se veste de mulher desde 2009.

    Apesar de já ter experiências com o assunto, feitas no início dos anos 1990, ele "se sentia pouco qualificada" para o trabalho. "Quando recebi o convite agora, pensei um pouco, mas decidi aceitar."

    A mudança aconteceu em parte devido às charges "Laertevisão", publicadas aos sábados na "Ilustrada". "Olhando, eu percebi que de algum modo já estava dando minha opinião, principalmente nos sábados, com o Laertevisão, então aceitei o convite", explicou.

    Ele avisa aos fãs que não pretende utilizar suas personagens, como os Piratas do Tietê, no novo espaço na página de "Opinião". "A única personagem que uso hoje ainda é a Lola, na 'Folhinha'. Não tenho mais personagens, nas charges elas não vão aparecer."

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2021