• Poder

    Wednesday, 29-Jun-2022 09:33:17 -03

    Empresa da família de líder do PMDB fornece brita para obras olímpicas

    DO RIO

    24/11/2015 18h08

    Mineradora que tem como acionista uma empresa da família do deputado Leonardo Picciani, líder do PMDB na Câmara, fornece brita para obras da Olimpíada no Rio. A Tamoio Mineração é fornecedora dos canteiros do Parque Olímpico e da Transolímpica.

    A participação do deputado e sua família na mineradora se dá através da empresa Agrobilara. Desde 2011 a empresa é uma das principais acionistas da Tamoio. A informação foi divulgada na noite de segunda-feira (23) pelo "Jornal da Record".

    Além do líder do PMDB, são acionistas da Agrobilara seu pai, o presidente da Assembleia Legislativa, Jorge Picciani (PMDB), e seu irmão, o secretário municipal de Transporte, Rafael Picciani (PMDB).

    A assessoria de Leonardo Picciani afirmou que as explicações sobre o caso partiriam de seu pai. Jorge Picciani disse, em nota, não haver conflito de interesse nas funções.

    "Não há lei que impeça um empresário de ser político e vice-versa", afirmou sua assessoria. A Tamoio não tem contrato público, mas sim com empreiteiras que tocam obras da prefeitura.

    "A empresa Agrobilara, que pertence à minha família há 30 anos, é a acionista da Sociedade Anônima Tamoio, mas não participamos da sua administração por qualquer forma. Não temos gerência nem ingerência na administração da empresa", disse Jorge Picciani, em nota.

    De acordo com Picciani, a mineradora foi escolhido para fornecer brita para as obras devido sua localização.

    "Reduz custos para obras realizadas na zona oeste, por conta do custo do frete. Tanto é assim que a Tamoio não fornece para outras obras públicas, tais como a Arco Metropolitano, Maracanã e reforma do Galeão, porque a distância não compensa o valor final do produto".

    O consórcio Rio Mais, responsável pela obra do Parque Olímpico, disse em nota que "toda aquisição de material para a obra segue as regras de governança, atendendo a critérios de preço, qualidade e prazo de entrega".

    O consórcio construtor Transrio, responsável pela Transolímpica, disse que tem sete fornecedores de brita, entre eles a Tamoio. A empresa afirmou que "os fornecedores são escolhidos através de uma cotação de preços, tendo também como referência a qualidade do material, capacidade de produção, distância da obra e o transporte".

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2022