• Poder

    Sunday, 20-Jan-2019 07:04:47 -02

    o impeachment

    CCJ do Senado convida ministro da Justiça a explicar declarações sobre PF

    DE BRASÍLIA

    30/03/2016 20h17

    A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado aprovou nesta quarta-feira (30) um requerimento no qual convida o ministro Eugênio Aragão (Justiça) a dar explicações sobre afirmações de possíveis substituições na Polícia Federal em caso de vazamentos.

    A fala ocorreu em entrevista à Folha em 19 de março, um dia após o ministro tomar posse no governo. "Cheirou vazamento de investigação por um agente nosso, a equipe será trocada toda. Não preciso ter prova. A Polícia Federal está sob nossa supervisão".

    Diego Padgurschi/Folhapress
    Eugênio Aragão em entrevista em seu gabinete
    Eugênio Aragão em entrevista em seu gabinete

    A declaração, vista como um recado, gerou uma série de reações, inclusive no Congresso. Parlamentares da oposição disseram, naquela semana, que o ministro estaria "ameaçando" e tentando "intimidar" o trabalho da PF.

    A intenção do convite, explica o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), é esclarecer o que Aragão quis dizer. Para o parlamentar, as afirmações configuram "ameaças de intervenção" e indicam uma tentativa de "esvaziamento da Operação Lava Jato".

    Durante a entrevista, o ministro negou a intenção de influenciar na Lava Jato, da qual a PF é parte central, mas criticou o método como as delações premiadas são negociadas na operação, classificando como "extorsão".

    [an error occurred while processing this directive]

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2019