• Poder

    Thursday, 28-Oct-2021 17:43:10 -03

    Lava Jato

    Além do caso do tríplex do Guarujá, veja o que pesa contra Lula

    DE SÃO PAULO

    17/01/2018 13h02

    Além do caso do tríplex do Guarujá, que será julgado na segunda instância no dia 24, o ex-presidente Lula é réu em outras seis ações penais na Justiça Federal no Paraná e no DF:

    Julho de 2016

    Torna-se réu pela primeira vez na Lava Jato acusado de tentar comprar o silêncio do delator Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras. A denúncia feita pela Procuradoria da República no Distrito Federal foi aceita pelo juiz Ricardo Augusto Leite, de Brasília. O MPF, porém, já pediu a absolvição do ex-presidente nesse caso

    O que diz a defesa: Lula nunca interferiu ou tentou interferir em depoimentos relativos à Lava Jato

    Outubro de 2016

    Lula torna-se réu pela terceira vez acusado de corrupção, lavagem, tráfico de influência e organização criminosa. É acusado de favorecer a Odebrecht em contratos em Angola, financiados pelo BNDES. Em troca, a empreiteira havia pago R$ 30 milhões a Taiguara, sobrinho da ex-mulher de Lula

    O que diz a defesa: Lula nunca tratou das relações comerciais vinculadas a Taiguara

    Dezembro de 2016

    Torna-se réu em acusação de tráfico de influência, lavagem e organização criminosa na Operação Zelotes. É suspeito de integrar esquema que prometia intervir no governo para beneficiar clientes do escritório Marcondes e Mautoni. Em troca, Luis Cláudio, filho de Lula, teria recebido R$ 2,5 milhões

    O que diz a defesa: Nem ele nem seu filho participaram ou tiveram conhecimento da negociação com as empresas

    Dezembro de 2016

    Torna-se réu em acusação de corrupção passiva e lavagem de dinheiro na Lava Jato. Segundo a polícia, ele recebeu propina da Odebrecht por intermédio do ex-ministro Palocci. O dinheiro teria sido usado para comprar um terreno, onde seria construída uma sede do Instituto Lula, e um apartamento. O processo está a caminho da fase final. Em paralelo, foi aberto um procedimento sobre suposta falsidade em recibos de aluguel apresentados pela defesa de Lula

    O que diz a defesa: Nega a acusação e diz que o instituto funciona em outro local há anos

    Agosto de 2017

    Moro aceita ação proposta pelo Ministério Público Federal, que acusa Lula de corrupção e lavagem na reforma de um sítio em Atibaia (SP), frequentado por ele. O sítio está no nome de amigos da família Lula e foi reformado por OAS, Odebrecht e José Carlos Bumlai. As audiências do caso começarão no próximo mês

    O que diz a defesa: Acusação é 'frívola' e uma 'tentativa desesperada de justificar à sociedade a perseguição contra o ex-presidente'

    Setembro de 2017

    Torna-se réu outra vez na Zelotes, acusado pelo crime de corrupção passiva, por supostamente aceitar promessa para receber recursos ilegais em 2009, quando ainda ocupava a Presidência. Em troca, favoreceria as montadoras MMC (atual HPE) e Caoa na edição da medida provisória 471, de 2009

    O que diz a defesa: Lula não praticou qualquer ilícito e sua inocência deverá ser reconhecida também nessa ação

    *

    Lula também foi denunciado em outras duas ocasiões, em ações que a Justiça ainda não definiu se abre as ações:

    - Em setembro de 2017, o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot denunciou Lula em ação em que acusa políticos do PT de participar de uma organização criminosa para desviar dinheiro da Petrobras

    - No mesmo mês, Janot denunciou Lula por obstrução de Justiça na Lava Jato, com base em delação do ex-senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS)

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2021