• Tec

    Sunday, 25-Aug-2019 11:48:45 -03

    App de rotas de transporte público atinge 1 milhão de usuários no Brasil

    DE SÃO PAULO

    05/05/2014 08h03

    O aplicativo Moovit, que informa melhores rotas de transporte público e horários de ônibus, atingiu a marca de 1 milhão de usuários no Brasil –é o país com maior uso do serviço, que em todo o mundo possui 5 milhões de usuários.

    Com informações e itinerários de dez cidades brasileiras atualmente, o Moovit possui maior concentração em São Paulo, com cerca de 400 mil usuários, e Rio de Janeiro, com 350 mil.

    A companhia tem se expandido ao ritmo de disponibilizar uma cidade nova a cada dois dias. Recentemente, entraram no mapa Buenos Aires (Argentina) e Montevidéu (Uruguai).

    No Brasil, o plano é expandir o serviço a todas as cidades-sede até o início da Copa do Mundo e, até o fim do ano, para todas as capitais. "Como estamos disponíveis em vários idiomas, a ideia é ajudar os turistas durante o evento", diz a israelense Amy Wyron, diretora de desenvolvimento de negócios da empresa.

    "Eu posso vir da França [para o Brasil] e usar o Moovit em francês", exemplifica.

    As fontes das rotas geradas pelo aplicativo são quatro: os horários pré-estabelecidos pelas empresas de ônibus; as informações de GPS dos ônibus, quando estão disponíveis; dados de usuários; e as estatísticas fornecidas com base no uso do app. "Quanto mais usuários usam, mais preciso nosso algoritmo fica", diz Amy.

    Disponível para Android e iOS, o aplicativo também está sendo desenvolvido para Windows Phone.

    Editoria de Arte

    PARCERIA

    Desde o início deste mês, a Folha publica as informações de trânsito fornecidas pelo aplicativo referentes a São Paulo (folha.com/transportepublico).

    Além de informar as melhores rotas de transporte público, o Moovit indica também a situação de seis importantes eixos da cidade a partir da avenida Paulista, permitindo ao usuário ter um panorama rápido da situação do transporte em São Paulo.

    "É o único aplicativo que combina dados de trânsito com a localização dos meios de transporte (ônibus, trem e metrô) e com as informações da comunidade (o chamado crowdsourcing), ou seja, a localização de seus milhares de usuários em tempo real", diz o CEO da empresa, Omar Tellez.

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2019