• Turismo

    Thursday, 06-Aug-2020 05:04:13 -03

    Após ir à Coreia do Norte, português vira guia de viagem e lança livro

    DE SÃO PAULO

    21/08/2014 02h00

    Acostumado a escrever sobre as experiências que vivia com a família em Portugal, José Luís Peixoto queria usar as palavras para algo novo. Queria estar em um lugar onde ninguém tivesse a mesma aparência que ele. Queria falar sobre algo diferente. Achou a Coreia do Norte.

    Assim, em 2012, o escritor embarcou para a sua primeira viagem ao país, organizada por uma agência de viagens em Pequim. Quando teve a ideia de conhecer o destino –o mais fechado do mundo–, já sabia que iria escrever sobre a viagem.

    Arquivo pessoal
    José Luis Peixoto visita praça na Coreia do Norte
    José Luis Peixoto visita praça na Coreia do Norte

    No entanto, uma das condições para entrar foi declarar que não publicaria nada sobre o que veria. Ele assinou um documento, mas seus dias na nação comunista acabaram detalhados no livro "Dentro do Segredo - Uma Viagem pela Coreia do Norte", recém-lançado no Brasil.

    Conseguiu a "façanha" porque seu advogado concluiu que o termo não tinha valor legal. Além disso, o autor acredita que não há motivos para o governo do ditador Kim Jong-un se incomodar. "O livro é dirigido aos ocidentais e não se posiciona contra ou a favor do regime", diz.

    Segundo Peixoto, isso foi essencial para que ele conseguisse retornar ao país.

    A segunda viagem ocorreu após a publicação do livro em Portugal, quando, em novembro de 2012, uma agência portuguesa o convidou para ser guia de leitores da obra.

    Na primeira viagem –que incluiu visita à Coreia do Sul, em setembro de 2013, foram 25 pessoas; a segunda já está marcada para o próximo mês e tem só uma vaga disponível. O roteiro, saindo de Lisboa, custa € 4.975 (R$ 15 mil).

    Para o ano que vem, a agência portuguesa Pinto Lopes Viagens planeja um tour com Peixoto só para brasileiros.

    ATRAÇÕES

    A Coreia do Norte tem diversos museus e monumentos (quase todos em homenagem a Kim Il-sung e Kim Jon-il, respectivamente avô e pai do atual ditador). Contudo, o que o escritor mais gosta de visitar são escolas e fábricas.

    Ele conta que, nessas ocasiões, há uma apresentação para os turistas, a fim de passar a imagem de um país desenvolvido que, no entanto, contrasta com as ruas.

    Outro ponto que torna a Coreia diferente, segundo Peixoto, é que há sempre dois guias nativos perto do turista. "É claro que um dos guias é turístico e o outro é político."

    Para cumprir seu trabalho, Peixoto precisa tomar cuidado para não contrariar os guias que os acompanham. Prefere conversar com as pessoas individualmente e não com o grupo. Também cabe a ele alertar sobre algumas regras, como a proibição de roupas que destaquem a marca.

    Apesar das normas rígidas, o autor constatou abertura entre a primeira e a segunda viagem. Um exemplo disso é o celular, que era confiscado na chegada e, agora, pode ser levado durante a viagem
    –ainda que não haja sinal.

    Divulgação
    Livro relata a viagem de Peixoto à Coreia do Norte
    Livro relata a viagem de Peixoto à Coreia do Norte

    DENTRO DO SEGREDO - UMA VIAGEM PELA COREIA DO NORTE
    Autor José Luís Peixoto
    Editora Companhia das Letras
    Quanto R$ 39 (192 págs.) ou R$ 27,50 (e-book)

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2020