• Turismo

    Sunday, 03-Mar-2024 08:31:21 -03

    Depois de Cinque Terre, paraíso grego quer limitar número de turistas

    DE SÃO PAULO

    12/03/2016 02h00

    Nikolay Mikhalchenko/Shutterstock
    ORG XMIT: 463401_0.tif Aspecto do casario da ilha de Santorini, na Grécia. *** Amazing landscape view of Oia village in Santorini island. Photo Nikolay Mikhalchenko/Shutterstock *** PROIBIDA A PUBLICAÇÃO SEM AUTORIZAÇÃO EXPRESSA DO DETENTOR DOS DIREITOS AUTORAIS ***
    Casas em encosta na ilha grega de Santorini

    Um dos principais destinos turísticos gregos, a ilha de Santorini deve ser o próximo paraíso europeu a impor limites ao turismo de massa.

    Ao longo da última semana, o jornal grego "Kathimerini" e o site especializado em cruzeiros Cruise Capital noticiaram planos das autoridades locais para restringir a visitação na ilha.

    De acordo com o jornal britânico "Daily Mail", o número de cruzeiristas autorizados a desembarcar em Santorini vai ser limitado a 8.000 por dia.

    Hoje, na alta temporada, que vai de maio a outubro, a quantidade pode superar os 10 mil cruzeiristas diários, segundo constatou um estudo encomendado pela associação turística local à Universidade do Egeu.

    Outro problema constatado pelo levantamento foi o de que, ao mesmo tempo em que há visitação em massa em alguns dias, em outros pode quase não haver desembarques. Segundo a publicação grega, o sistema que será implantado agora quer impor limites diários de visitantes e criar uma melhor distribuição para as paradas de cruzeiros.

    Em 2015, 636 navios estiveram na ilha, somando 790 mil passageiros –volume de pessoas que causa, segundo as autoridades, pressões socioeconômicas e ambientais.

    Segundo as autoridades, o novo sistema vai funcionar de modo mais flexível nesta temporada, já que muitos pacotes já foram vendidos e roteiros de cruzeiros, definidos; as restrições maiores serão impostas a partir de 2017.

    No mês passado, o parque de Cinque Terre, na Itália, anunciou uma série de medidas para limitar os impactos do turismo no local –entre elas, a instalação de dispositivos para bloquear os acessos ao parque quando determinado número de visitantes estiver ali.

    Fale com a Redação - leitor@grupofolha.com.br

    Problemas no aplicativo? - novasplataformas@grupofolha.com.br

    Publicidade

    Folha de S.Paulo 2024